Primavera Sound Porto 2019



  • El habitual hilo de NOS Primavera Sound Porto [6-8 Jun]

    Cartel en Diciembre?



  • Este live feed da apresentação do cartaz aqui no guichet ao lado está a ser épico.





  • @PdC não vi o directo todo, mas houve partes muito amadoras...

    O que achas do cartaz?



  • @belarmino, devem ter consultado o programador de música da Culturgest, Tim Hecker e Midori Takada!

    Faz-se ali um bouquet bem bonito (dificilmente não seria assim), mas não me faz perder a cabeça (e a carteira) para voltar a Barcelona assim de cruz... Só não me façam é a desfeita de não trazer JC a Portugal para o ano.



  • @PdC mesmo a sério! Pensei o mesmo. Com os japoneses e tudo.

    Estou um pouco assim. Tenho bilhete, sei que tenho pano para mangas para não conseguir ver tudo, mas falta-me qualquer coisa como Sufjan...pensei mesmo que seria desta que o tiravam da toca...

    O JC pode ser que faça dobradinha, mas cheira-me a proposta só para Barcelona...

    Assim dos cabeções, e sem consultar datas das tours, só arriscaria Interpol e, talvez, Tame Impala (embora o SBSR possa deitar-lhe um olho), ou mesmo a Janelle.



  • @belarmino, entre Janelle e Solange, acredito que uma venha. Tame Impala é valor seguro, num dos festivais há de pingar.



  • Como é pessoal, fazemos grelha se apostas para o Porto? 40 nomes ou assim.



  • @PdC siga. Pomos um prazo nisso? 40 nomes?



  • @belarmino, uma semana parece bem? Podem ser mais de 40, é como quiserem.



  • Guided By Voices auto-confirmaram-se para o Porto, dia 7 de Junho.

    https://bit.ly/2BRVXzQ



  • @PdC, 40 é um bocado excessivo :D

    podia ser como em Barcelona, q existe prémio, mas enfim, vale pela participação. 20 nomes parece-me sensato. eventualmente 15+5, 15 que estão em Barcelona e pensamos que vão integrar o Porto e 5 distintos.

    até dia 16? na semana seguinte é provável que haja Cartaz.



  • @dELUXE, siga.



  • @dELUXE por mim podem ser 15+5, mas a dificuldade dos 5 é grande!! Penso que, tirando os 2/3 nomes nacionais anuais, é uma agulha no palheiro acertar os 2/3 que não estão em Barcelona!! Mas bora.



  • @belarmino, sobre os 5 diferentes, existem sempre artistas portugueses, ou quem venha ao Porto que não vá a Barcelona (é analisar confirmados de Festivais com datas próximas, vai ser o q vou fazer).

    podemos definir um prémio, quem vencer, terá uma cerveja paga por cada um dos participantes.

    podem enviar para info@primaverasoundporto.pt
    prometo ver as vossas previsões só no final, ou após fazer as minhas.



  • desde que stereolab não falhem, é na boa.
    mas cartaz muito fraco a nível de headliners, sobretudo num ano que se esperariam nomes "velhos" como new order, fleetwood mac ou giorgio moroder.
    com expectativa que os nomes extra que venham em exclusivo cá consigam dar ao festival uma identidade própria.
    há sempre espaço para a música "urbana", mas J Balvin por cá não é o tipo de artista do público do Primavera (lembrar que foi headliner do sudoeste no último ano), é forçar demasiado a barra. compreende-se a necessidade de vender bilhetes, mas para isso há os tame impala desta vida (que sendo um headliner óbvio para cá, rouba espaço e euros a erykah badu ou ao sufjan). pena que um festival que não tinha medo de correr riscos (lembrar antony com orquestra, swans, aphex) se limite a seguir modas.



  • @volver-arriba dizer que se limitam a seguir modas é na minha opinião também forçar demasiado a barra, mas nos últimos anos tenho realmente sentido que se tem tornado menos num festival de programadores e mais num festival de tendências.

    Tenho pensado um pouco nisso desde ontem, e se por um lado as tendências actuais acabam por não ser no geral da minha preferência, em especial no que diz respeito à componente de espectáculo ao vivo, e o já ter assistido a uns quantos concertos também relativiza as expectativas e aumenta a exigência, diria que a questão é também, ou talvez até fundamentalmente, a escala que o festival atingiu nos últimos anos.

    Quando lá fui em 2011 o recinto era para 35.000 pessoas/dia, em 2018 passaram para 55.000 (https://www.lavanguardia.com/musica/20180602/444022812069/primavera-sound-record-asistentes-2018-220000.html). É já uma máquina muito grande, e a exig€ncia de garantir a sua sobrevivência deve ter subido muito. O aumento de presença de marcas nos últimos anos também reflecte isso, mas ao compararmos com outros festivais da mesma escala o Primavera continua a fazer muita diferença. Num certo sentido, o Primavera Sound do Porto é também um reflexo do que o de Barcelona foi há uns anos atrás. Como diria o grande Jaime Pacheco, é uma faca de dois legumes.



  • Thom Yorke no Alive, menos um para dar palpite.

    Já lá estão também Cure, Smashing Pumpkins, Bon Iver, Tash Sultana, Jorja Smith, Pip Blom e Sharon Van Etten.



  • @PdC e a Sharon van Etten, o que me deixou lixado.



  • @PdC said in Primavera Sound Porto 2019:

    Quando lá fui em 2011 o recinto era para 35.000 pessoas/dia, em 2018 passaram para 55.000 (https://www.lavanguardia.com/musica/20180602/444022812069/primavera-sound-record-asistentes-2018-220000.html). É já uma máquina muito grande, e a exig€ncia de garantir a sua sobrevivência deve ter subido muito. O aumento de presença de marcas nos últimos anos também reflecte isso, mas ao compararmos com outros festivais da mesma escala o Primavera continua a fazer muita diferença. Num certo sentido, o Primavera Sound do Porto é também um reflexo do que o de Barcelona foi há uns anos atrás. Como diria o grande Jaime Pacheco, é uma faca de dois legumes.

    Referia-me apenas ao Porto (uma vez que o nosso cartaz será uma espécie de versão lite daquele de BCN). Mas sim, parece que nós acabamos por sofrer devido à reconfiguração do próprio festival de Barcelona. Claro que não estou a exigir uns Phurpa (que muito gostaria que tivessem vindo cá), embora gostasse que o Primavera PT tivesse aquela pitada mais fora do habitual em festivais grandes (como OM/Electric Wizard/Swans, etc), tenho esperança que tragam os Carcass para picar o ponto mais pesado :) Se há identidade que podemos ter orgulho, no caso do Porto, é a habitual boa selecção de R'n'B, e se já aceitei que provavelmente não teremos Erykah Badu, resta esperar o consolo de Neneh Cherry. Agora o que me parece ter acontecido, no caso de BCN, mais que uma questão de escala, foi o surgimento do MadCool. O cartaz do ano passado já sofreu alguns condicionamentos (lembrete de headliners partilhados em BCN com esse mesmo festival), e, este ano, muitos nomes que seriam aposta segura no Primavera (Bonobo, Foxing, Mogwai, Cure, National, Vampire Weekend) estarão em Madrid (com uma perninha no Alive). Ou seja, é necessário reconfigurar o cartaz, com mais hiphop (e palpita-me que este ano por cá isso será ainda mais vincado: não estou a ver a ritmos desviar os nomes de hiphop para PdC depois da banhada do Skepta). Ainda assim, selecionei 40 nomes para a minha "porra", e se metade daquilo for ao Porto, será um ótimo cartaz na generalidade, como habitual desde 2012. :)

    @dELUXE said in Primavera Sound Porto 2019:

    @belarmino, sobre os 5 diferentes, existem sempre artistas portugueses, ou quem venha ao Porto que não vá a Barcelona (é analisar confirmados de Festivais com datas próximas, vai ser o q vou fazer).

    podemos definir um prémio, quem vencer, terá uma cerveja paga por cada um dos participantes.

    podem enviar para info@primaverasoundporto.pt
    prometo ver as vossas previsões só no final, ou após fazer as minhas.

    enviado!


Log in to reply
 

Looks like your connection to Foros Primavera Sound was lost, please wait while we try to reconnect.